fbpx Skip to main content

Corretores e agentes são dois perfis profissionais comuns na indústria de seguros.

É importante conhecer suas diferenças. Na hora de contratar uma apólice de seguro, há um objetivo:

Conseguir as melhores coberturas de que precisamos pelo melhor preço possível. Essa meta, que no papel pode parecer simples, pode se tornar bastante complicada e será mais ou menos fácil de alcançar dependendo do interlocutor com o qual negociarmos a apólice. Portanto, é importante ter claras as diferenças entre um corretor e um agente de seguros.

O que é um agente de seguros?

Um segurador ou uma companhia de seguros é, em termos gerais, conforme definido pela Real Academia Espanhola (RAE), uma empresa que assegura uma pessoa física ou jurídica contra as consequências de um risco. Isso é feito por meio de um tipo específico de produto conhecido como seguro. Tendo isso em mente, um agente de seguros é a pessoa que trabalha em representação de uma ou várias dessas companhias. Isso significa que o trabalho dele é distribuir e vender os produtos das seguradoras, em outras palavras, as apólices.

Os agentes de seguros se caracterizam…

Como regra geral, os agentes de seguros se caracterizam por terem um contrato com as companhias de seguros que representam. Nesse contrato, são especificados aspectos como quais tipos de apólices podem ser vendidos, a que preços e com quais comissões. Além disso, os agentes podem trabalhar para uma única companhia (chamados de agentes exclusivos) ou para várias companhias (chamados de agentes vinculados).

O que é um corretor de seguros?

Assim como os agentes de seguros, os corretores são profissionais especializados na indústria de seguros. Mas essa é praticamente a única semelhança que ambos os perfis têm. Um corretor de seguros é uma pessoa ou empresa que representa os clientes em sua busca pela apólice que melhor se adapte às suas necessidades e perfil de risco. Os corretores analisam e distribuem apólices de várias seguradoras diferentes, mas devem se orientar, em sua atividade profissional, pelo interesse do cliente final.

Um corretor de seguros trabalha com seus clientes ao longo de todo o processo, com o objetivo de construir o melhor plano de seguros possível. Os também chamados corretores de seguros acompanham os clientes em tarefas como análise de riscos, identificação de exposições ou elaboração do programa de seguros.

Diferenças entre um corretor e um agente de seguros

Uma vez claras as definições de corretor e agente de seguros, podemos aprofundar no que distingue cada perfil profissional.

Aqui estão as principais diferenças:

  1. Os agentes de seguros representam as companhias de seguros. Isso significa que geralmente têm uma relação exclusiva e trabalham em nome delas. Os corretores são independentes e representam os interesses de seus clientes. Eles podem oferecer produtos de várias companhias de seguros e ajudar os clientes a encontrar a melhor apólice que atenda às suas necessidades.
  2. Daí decorre que os agentes não desempenham o papel de consultores ou assessores independentes e profissionais dos clientes, ao contrário do que os corretores são obrigados a fazer. Embora os agentes de seguros possam aconselhar o cliente final sobre as melhores opções disponíveis em seu portfólio, as coberturas e os preços são sempre decididos no interesse da seguradora.
  3. Os corretores têm uma responsabilidade fiduciária para com seus clientes, o que significa que devem agir no melhor interesse do cliente e fornecer orientação imparcial. Os agentes têm uma responsabilidade para com a companhia de seguros que representam e devem cumprir as políticas e diretrizes dessa companhia.
  4. Os corretores podem receber comissões das seguradoras por cada apólice contratada, mas não são obrigados a vender produtos específicos. Eles têm a flexibilidade de oferecer uma variedade de opções aos clientes. Os agentes, por outro lado, apenas distribuem os produtos que a companhia de seguros com a(s) qual colaboram determina. Eles têm uma ligação mais estreita com uma única seguradora.
  5. Um corretor também é responsável pela pesquisa e análise de mercado antes da contratação. Assim, o cliente não precisa gastar recursos estudando todas as opções disponíveis, pois o corretor já lhe apresenta uma seleção das melhores soluções.
  6. Os corretores são profissionais com experiência e conhecimento específico do setor, tornando-os um recurso útil na hora de declarar sinistros e gerenciar reclamações, sempre atuando no melhor interesse do cliente. Enquanto isso, o agente sempre zelará pelos interesses da empresa de seguros.

Em resumo, tanto corretores quanto agentes de seguros são profissionais do setor que podem ser úteis na hora de contratar um seguro. A principal diferença entre um corretor e um agente de seguros reside em sua independência, na gama de produtos que oferecem e na responsabilidade para com o cliente. Os corretores tendem a oferecer mais opções e orientação imparcial, enquanto os agentes representam apenas uma companhia. A escolha entre um e outro depende das necessidades e preferências individuais do cliente. Os corretores tendem a oferecer mais opções e orientação imparcial, enquanto os agentes representam apenas uma companhia. A escolha entre um ou outro depende das necessidades e preferências individuais do cliente.

Normalmente

Os corretores são normalmente mais úteis para empresas com necessidades e riscos complexos, embora, no nosso caso, a CK SEGUR tenha uma divisão para particulares com o objetivo de apoiar nossos clientes.

Sobre CK SEGUR

CK SEGUR “Fornecemos soluções analíticas baseadas em dados nas áreas de pessoas, risco e capital.” “A empresa se baseia em sua visão global e na experiência de seus profissionais para ajudar seus clientes a definir sua estratégia, melhorar sua resiliência organizacional, motivar sua equipe e maximizar seu desempenho.” “Trabalhando lado a lado com seus clientes, a CK SEGUR descobre oportunidades de sucesso sustentável e oferece a perspectiva que os impulsiona.”

    Quiero más información: